top of page

ÁUDIO | ABERTURA DE MERCADO DO MILHO E TRIGO



O milho abriu em alta na B3, impulsionado pela elevação do milho em Chicago, após o USDA ter reduzido a produção da safra 23/24 e da safra do próximo ano, além de aumentar o uso do milho para etanol.

O milho deve enfrentar menos pressão do que a soja nos próximos meses, pois tem uma gama de usos mais ampla. O pior cenário para o milho será de estabilidade.

_

O principal desafio do milho nos últimos meses foi a dificuldade de compra para exportação, com os preços de exportação abaixo dos praticados em algumas regiões.


No entanto, isso está começando a mudar, e se as exportações de milho brasileiro se firmarem, os prêmios podem valorizar o grão, elevando os preços, principalmente em julho, quando termina a janela de venda de soja e começa a de milho.


_

Trigo:

O trigo pode ter um desempenho superior aos outros grãos este ano, devido ao clima seco e desfavorável ao plantio em todos os principais países produtores, além do corte significativo de 3,5 milhões de toneladas na produção da Rússia pelo USDA.

Podemos afirmar que a alta do trigo pode ser mais consistente e sustentada ao longo deste ano, especialmente considerando o aumento de 17 % nos últimos 6 meses.

Comentarios


bottom of page